A PATROCINADORA
 
O Brasil já mostrou que sabe produzir cinema de ótima qualidade, capaz de agradar espectadores de muitos países e culturas diferentes. O longa - metragem Sexo, Amor e Traição, releitura do mexicano Sexo, Pudor y Lagrimas, veio provar, mais uma vez, que não existem fronteiras para o talento do nosso cinema. Denso e envolvente, o filme tem todas as qualidades necessárias para emocionar o público e tornar-se um sucesso digno da recente safra de boas produções brasileiras.
A Petrobras Distribuidora aposta na arte cinematográfica feita no Brasil e financia projetos que a apoiam nas mais diferentes etapas. Do patrocínio a filmes - só em 2003 estão estreando 23 produções que levam a marca do nosso apoio - até investimentos em formação de platéia, exibição e restauração.
Uma nova etapa será criar salas de cinema em auditórios já existentes de cidades de médio porte, um projeto promissor que permitirá a milhares de espectadores o acesso a novos filmes nacionais. Com isso, a BR está ajudando o nosso cinema a conquistar corações e mentes de cada vez mais brasileiros.

 
APOIADORES
 
"A Motorola, que já possui uma política consistente de parcerias e programas voltados à capacitação profissional e tecnológica, sabe que é extremamente importante destinar recursos para incentivar a cultura em nosso País, estimulando a produção do cinema nacional e contribuindo para o desenvolvimento sustentável do Brasil", diz Luís Carlos Cornetta, diretor geral da empresa.
"A Motorola tem uma estratégia agressiva em termos de comunicação, adotando um posicionamento moderno e diferenciado para o público - alvo. Estamos sendo pioneiros ao mostrarmos nossos produtos de uma maneira bastante integrada ao filme Sexo, Amor e Traição - uma inovação em patrocínio cultural", afirma Loredana Mariotto, diretora de marketing de Produtos de Consumo da Motorola.
Líder mundial em soluções integradas de comunicação e eletrônica, a Motorola atua no mercado de telecomunicações há 75 anos. Em 2002, suas vendas globais foram de US$ 27,3 bilhões. Desde 1995, a Motorola já investiu cerca de US$ 230 milhões, principalmente, na instalação de um complexo industrial em Jaguariúna, São Paulo, cuja infra-estrutura está dimensionada para atender a demanda de celulares nas três tecnologias - CDMA, TDMA e GSM -, aparelhos iDEN, estações rádio - base e rádios bidirecionais.
O campus de Jaguariúna abriga ainda o Centro de Tecnologia de Semicondutores, o Centro de Pesquisa e Desenvolvimento de Terminais Celulares em hardware, software, mecânica e desenho industrial, a base da Motorola University para treinamento de funcionários e a consultoria do Programa Seis Sigma. A empresa também atua em outros mercados como consultoria, banda larga, e setor automotivo e, recentemente, foi reconhecida pela Fundação Abrinq, como "Empresa Amiga da Crianç
a".

 
O apoio da cerveja Nova Schin ao longa metragem "Sexo, Amor e Traição" reforça o posicionamento da marca como grande parceira de projetos culturais. Lançada recentemente pelo Grupo Schincariol, a Nova Schin se apropria legitimamente do novo, do inovador e do arrojado, valores que a marca persegue e faz questão de incorporar ao seu produto.
Desenvolvida pelos mestres-cervejeiros da empresa, a Nova Schin chegou ao mercado com novo sabor e nova imagem. Trata-se de uma verdadeira revolução dentro do tradicional Grupo, que começou sua história empresarial com o engarrafamento de refrescos, na cidade de Itu, em 1939. Com fábricas localizadas nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Bahia, Maranhão, Pernambuco e Goiás, a Nova Schin é distribuída em aproximadamente 1 milhão de pontos-de-venda espalhados por todo o Brasil, que atendidos por 250 distribuidores e 25 Centros de Distribuição, além do atendimento direto aos principais supermercados feitos diretamente pelas fábricas.

 
O apoio a iniciativas nacionais arrojadas como o filme Sexo, Amor e Traição tem total sinergia com uma empresa como a GOL. Acreditamos que a construção de nossa imagem e de nossa marca acontecerá através de ações diferenciadas como esta.
A GOL em números: A GOL Transportes Aéreos é a primeira empresa brasileira regular a operar no conceito low cost, low fare (baixo custo, baixa tarifa). Lançada em janeiro de 2001, a companhia revolucionou o mercado de aviação civil comercial ao democratizar as tarifas aéreas e permitir que muitas pessoas voassem pela primeira vez. Até o momento, a GOL já transportou 11 milhões e 600 mil passageiros, conquistando 20% de participação no mercado nacional.
As 22 aeronaves Boing 737-7000 e 737-800 - Next Generation, tem ocupação média de 63,3% e realizam 230 vôos diários. As cidades atendidas são: São Paulo (SP), Congonhas, Campinas (SP), Rio de Janeiro (RJ), Galeão e Santos Dumont, Belo Horizonte (MG), Pampulha, Vitória (ES), Porto Alegre (RS), Florianópolis (SC), Curitiba (PR), Brasília (DF), Campo Grande (MG), Cuiabá (MT), Salvador (BA), Recife (PE), Fortaleza (CE), Belém (PA), Manaus (AM), Navegantes (SC), Maringá (PR), Goiânia (GO), Macapá (AP), Natal (RN), Porto Seguro (BA), Maceió (AL), Palmas (TO) e São Luiz (MA).

 
Volkswagen impulsiona a produção cultural no Brasil
Ao longo de seus 50 anos de operação no Brasil, a Volkswagen notabilizou-se como uma das empresas que mais incentivam e prestigiam a produção cultural no País, apoiando projetos nas áreas de cinema, teatro, música, artes plásticas e literatura.
Em 2003, quando comemora seu cinqüentenário no País, a Volkswagen lançou um projeto inédito para reconhecimento e desenvolvimento de novos talentos nas artes cênicas, "Criação Teatral Volkswagen". Trata-se de um concurso que está percorrendo os quatro cantos do país e revelando jovens atores e diretores. O maior prêmio é a oportunidade que os participantes têm de aprender e conviver com profissionais de renome sob orientação de Antonio Abujamra, curador do projeto e organizador dos laboratórios e oficinas oferecidos em diversas cidades.

 
 

+++ Sites parceiros