Heloisa Périssé
 

"Eu amo comédia e faço porque gosto, como faria também um drama que gostasse"

Como está sendo trabalhar no cinema?
Eu amo o meu trabalho. Tudo o que faço é com amor, seja atuando no teatro, no cinema ou na televisão. Mas o cinema sempre foi uma paixão de infância. Eu queria ser atriz de Hollywood, e o engraçado é que de todas as artes, o cinema foi a última que fiz. Esse está sendo o primeiro papel que participo do início ao fim.
Qual foi a sua primeira impressão sobre a Cláudia?
A personagem me seduz. A primeira impressão da Cláudia num primeiro momento foi a de não achá-la engraçada. Depois de uma conversa com o Jorge Fernando tudo mudou. Ele me apresentou milhões de possibilidades de compôr a personagem e quando reli o roteiro ví que poderia brincar, colocar um charme e até fazer algumas bobagens com ela.
Por tudo isso a Cláudia passou a ser uma personagem maravilhosa e bem diferente de todas que já fiz pois, além do humor, ela também é séria e dramática.
Você tem vontade de explorar mais esse tipo de personagem denso e sério?
Como havia dito antes, amo minha profissão e por isso gosto e quero fazer de tudo, embora ache que exista um preconceito em relação ao humor. Como podemos perceber é raro um ator ou um filme de comédia ser premiado. Eu amo comédia e faço porque gosto, como faria também um drama que gostasse.
Como foi trabalhar com o Jorge Fernando?
Essa está sendo a nossa primeira experiência juntos, antes eu só tinha ouvido falar que ele era alto astral e que eu iria adorar trabalhar com ele porque somos palhaços iguais. Agora já posso dizer que, além de ser um ótimo diretor, ele sabe ouvir o ator e aceitar suas possibilidades. É muito seguro dirigindo e chega dizendo logo o que quer, e eu adoro isso porque sou uma atriz muito obediente. Trabalhar com ele foi um grato encontro.

 

 

 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
  promoções